Cefaleia é alvo de estudos há 30 anos

blog-image

Mal que atinge 5 milhões de brasileiros, a chamada cefaleia crônica diária, nome científico da dor de cabeça, vem sendo objeto de estudos há 30 anos. Enquanto médicos e cientistas ativam os neurônios para descobrir causas e soluções para o problema, milhares de pessoas apelam para terapias contra os mais de 200 tipos de dores no crânio já catalogados pela Organização Mundial da Saúde (OMS). De acordo com a Sociedade Brasileira de Cefaleia (SBCe), estima-se que 1,2 milhão de cariocas, o equivalente a 15 Maracanãs lotados, sofram de enxaqueca ou cefaléia migrânea, uma doença dos nervos e vasos sanguíneos do cérebro, que torna-se crônica por causa dos repetidos episódios de dor.
leia mais